Arquivo da categoria: Moda

Como usar: T-Shirts

Padrão

Minha paixão por camisetas começou na década de 90, com uma loja que fazia um mega sucesso entre as crianças: a Pakalolo. Na época, não havia peça de roupa que eu gostasse mais do que os moletons do Hard Rock as t-shirts da grife. Eram estampas fofas do Piu-Piu e todos os personagens da Disney e eu ficava apaixonada. Um pouquinho mais velha eu comecei a observar os alunos mais velhos da escola, irmãos dos meus amigos que estavam sempre com camisetas de banda, com um ar muito rock’n’roll e aquela cara de quem sabia de tudo. Paixão número 2.

Hoje, eu ainda sou fã número 1 das camisetas e sempre que posso dou um jeitinho de incorporá-las no “look do dia”, mesmo na hora de ir trabalhar. Quer dicas? A gente dá várias!

Para passear

O jeito mais fácil de usar camiseta – e o mais óbvio também – é para sair de dia, combinando com jeans e tênis. Para sair da mesmice, fuja um pouco do jeans e escolha tecidos diferentes. Vale experimentar shorts de paetês, saias longas e até vestidos estampados fazendo as vezes de saia. Aliás, o crash de estampa mais certeiro que há se faz combinando o print da t-shirt com a padronagem de uma calça diferente, por exemplo.

Para trabalhar

Lógico que se você tem um emprego muito formal, em um escritório de advocacia, por exemplo, isso não vai rolar. Mas, se você trabalha em um ambiente mais casual, um jeito bacana de usar as t-shirts é caprichando na parte de baixo – saias ou calças com um corte legal – e usando um blazer como terceira peça. Um maxicolar finaliza o look muito bem!

Para festa

A palavra-chave é brilho! Escolha peças metalizadas, com paetês e o que sua imaginação mandar. Um salto bem alto confere elegância ao look e um make bem-feito dá aquele ar de festa que a camiseta precisa.

Quer saber onde encontrar? A Dani Villanova e a UberBrasil tem várias opções!

1. Camiseta UberBrasil – R$ 120

2. Camiseta UberBrasil – R$ 120

3. Camiseta UberBrasil – R$ 120

4. Camiseta Dani Villanova – R$ 79

5. Camiseta Dani Villanova – R$ 99

Dress to para C&A!

Padrão

Anota aí: no dia 12 de novembro, bem de manhãzinha, você tem uma missão. Acordar mais cedo e correr para a C&A para conferir a coleção feita em parceria com a Dress To. Geralmente eu tenho uma certa preguiça para estas parcerias porque significa enfrentar filas quilométricas para conferir peças de estilistas e marcas que eu nem sou muito fã (Sorry, Stella!), mas essa eu JURO que vai valer a pena.

É que ontem eu fui convidada para o lançamento da coleção no Bar D’Hotel e pude ver de pertinho que está TUDO muito lindo! São mais de 70 peças – todas tipo desejo-da-estação e os best sellers da Dress To -, com bons materiais, cores lindas e cortes impecáveis. E o melhor: os preços variam de R$ 39,90 a R$ 149,90. Dá pra renovar o guarda-roupa sem estourar o limite do cheque especial!

As minhas preferidas? As saias com detalhes metalizados e as camisas de seda. Prepara o cartão de crédito e se joga porque vai ser IM-POS-SÍ-VEL sair de lá sem nenhuma pecinha.

What’s in your bag: Tati e Ana

Padrão

Outro dia paramos para reparar que, em um blog chamado Don’t cry, buy a bag, era um pouco estranho ainda não termos mostrado o conteúdo das nossas queridas, amadas – e frequentemente pesadas! – bolsas. Sim, a gente bem que tenta maneirar no peso e nas tralhas, mas quase nunca conseguimos. Então, hoje abrimos as ditas-cujas para vocês darem uma fuxicada! Afinal, quem não ama?

Tati’s bag

A bolsa é da Via Mia e foi presente de aniversário do meu namorado! Aliás, o fone amarelo também foi presente dele, que trouxe de Londres na última viagem. A capinha do iPhone é o meu xodó (como dá pra notar pela foto, o celular estava na minha mão) e foi comprada pela internet. O nécessaire quase rende outro post, né, de tão lotado que está de makes, pasta de dente, escova e esmaltes. O livro é objeto IN-DIS-PEN-SÁ-VEL dentro da bolsa. Esqueço as chaves, mas nunca esqueço o livro que estou lendo no momento (espere post com Mr.Grey essa semana, aliás!). Outra coisa que não dá pra esquecer é o meu Moleskine. Nele, vai a minha vida. Ideias de posts pro blog, lista de compras, pendências, tudo está escrito ali com as canetinhas coloridas. A carteira roxa também ganhei de presente de niver e os óculos wayfarer foram a minha última compra. Estava louca por um e achei o modelo original em um brechó! Outra coisa que não saiu na foto mas não sai da bolsa são os fones de ouvido lilás. Uma mão na roda na hora de escolher as músicas para o setlist do blog! 😉

Ana’s bag

Visualmente parece superorganizada, mas quando coloco tudo dentro da bolsa a confusão está formada. Bom, a bolsa foi comprada por uma pechincha numa fábrica de couro em Minas Gerais, que, diga-se de passagem, eu amo de paixão. Gosto dela, porque sempre cabe tudo e mais um pouco! O nécessaire, assim como a Tati, carrega mais do que o necessário e tem assunto para um post. Mas já digo que não saio de casa sem meu blush e meu atual lip balm preferido, essa bolinha fofa da Eos.  Toda jornalista que se preze não pode viver sem caderno e canetas. Estou in love com o meu bloco e meu estojinho de caveirinhas “combinandinhos” rs. Eu ainda carrego meu gravador, porque vai que precisa né? Apesar de que o Iphone também cumpre bem esse papel. Depois tem as várias chaves (escritório, casa e casa do avô), barrinha de cereal, minha carteira, que foi presente do niver passado da sogra, óculos Ray Ban, modelo aviador. Dentro da bolsa ficou a sombrinha e lencinhos, que gosto sempre de carregar, mas só depois percebi que não saiu na foto =/ Vendo a foto, até me surpreendi. Hoje ela está bem tranquila! Tem dias que tem roupa, hidratante, livro, mais maquiagem do que o normal… Gosto de brincar que até coelho um dia sai daí. Rsrs

E aí, gostaram? Quem quiser mandar foto da sua bolsa, vai ser um prazer publicar aqui! 😉

Como usar: moleton

Padrão

Pense naquela sua roupa de andar em casa, mais confortável possível. Aquela que você não veste na frente do bofe mesmo com mais de dois anos de namoro. O look-vergonha com certeza inclui um blusão de moleton, acertei? Relaxa, todas nós temos um parecido. E se você cresceu na década de 90, possivelmente o seu leva o símbolo do Hard Rock, Planet Hollywood ou até mesmo a marca da Calvin Klein. Pois é. Mas hoje, em pleno 2012, os moletons agora são hype e andar com eles por aí é sinônimo de alto conhecimento de moda. Tudo isso graças a marcas como Kenzo e Givenchy, que começaram a produzir novos modelos que já são mania no hemisfério norte.

Para usar, basta pensar em um mix hi-low. Combine o blusão – ou jumper, como na gringa – com peças mais ajustadas e arrumadinhas. Por exemplo, uma legging com brilho, uma saia de renda bem feminina, um salto alto e uma bota. Não abra mão dos acessórios – quanto maiores, melhor! – e do make. Afinal, a ideia é sofisticar o moleton e não andar por aí com cara de quem dormiu além da hora e saiu de qualquer jeito.

Uma produção bem bacana para dias de chuva no verão!

 

Os preferidos do Emmy Awards 2012

Padrão

Ontem rolou a  64ª edição do Emmy Awards, em Los Angeles, na Califórnia. A premiação elege as melhores séries, filmes e atores da televisão e claro é sempre fonte de inspiração para as amantes de moda, certo?

Tudo bem que muito já foi dito sobre o evento, mas a gente aqui não queria ficar sem falar sobre os nossos modelos favoritos da noite!

Para começar meus dois preferidos: Julianne Moore, com um longo Christian Dior Couture, de cor amarela vibrante, que contrastava lindamente com os tons avermelhados do cabelo da musa e a deixava com a silhueta de princesa.

Em segundo lugar, Lucy Liu, a eterna pantera, que surgiu num Versace prateado, com um ar futurista, que a deixaram deslumbrante. Cabelo preso e acessórios também prateados foram o suficiente para dar o acabamento final.

 

Já na opinião da Tati, Heidi Klum e Zooey Deschanel foram as mais lindas da noite (desconfio que a cor preferida dela seja azul bebê rs). Heidi se garantiu com as superfendas laterais e leves transparências, num vestido assinado por Alexandre Vauthier, em tom azul pastel. (tendência candy color?)  As joias acompanharam a cor do vestido e acabou que o look monocromático ficou elegantérrimo.

E Zooey Deschanel optou por um look mais princesinha. Um tomara-que-caia com uma saia bufante de muito tule, da grife Reem Acra e sapatos, que apesar de não aparecerem, eram Jimmy Choo. E para vocês, qual foi o vencedor da noite?


Analisando o estilo de Olivia Palermo

Padrão

Rica, linda e com um senso de moda impecável são ótimas descrições para definir Olivia Palermo. A socialite se tornou conhecida pelo grande público, após ter participado de um reality show chamado The City, exibido pela MTV americana de 2008 a 2010, no qual mostrava um pouco do seu dia a dia. A partir daí não saiu mais da mira dos olhos atentos do mundo fashion, por seu estilo clássico, romântico, elegante e por aí vai…

Parece exagero tantos elogios, mas não é. Quem já viu alguns dos seus looks pode perceber o quão coerente a jovem é. Nunca decepciona! Ela consegue adicionar tendências atuais em elementos mais clássicos com uma facilidade, ou melhor, naturalidade que chega a dar raiva! Eu confesso que sou fã e tenho, inclusive, uma pasta no Pinterest dedicada somente à ela. Rsrs

Acompanhando as fotos e cada look que surge dá pra entender um pouco do sucesso de tudo.  Listras, peças de alfaiataria, peças mais estruturadas, camisas brancas com cortes bonitos, calça skinny, muita perna de fora, óculos escuros poderosos e sapatos cheios de personalidade compõe o closet lotado (e de dar inveja) de Olivia. Sapatilhas, maxicolares e maxibolsas de grifes e um cachorrinho fofo (Mr. Butler) também entram na lista!

São elementos atemporais, que misturados com o que está em alta funcionam muito bem! Para copiar já hein moçada!

Isso tudo sem falar na pele de pêssego que nunca viu uma espinha sequer e o cabelo, que grande ou pequeno, sempre carrega fios iluminados em um tom de dourado lindos de morrer!

  

  

  

Tem que ter: peças básicas para se ter no closet!

Padrão

Fazer compras é realmente uma delícia, a gente sabe. Mas, como fazer para comprar peças bacanas sem se endividar e morrer de culpa depois? A resposta é simples: compras planejadas. Conhecendo seu estilo e sabendo o que tem dentro do armário, é possível montar um closet básico, sem gastar muito.

No livro É Tudo tão simples, Danuza Leão – musa de estilo! – mostra uma listinha do que a gente tem que ter. Dei uma adaptada para a minha nossa realidade, mas é bem por aí!

OBS: Lógico, nem precisa dizer que não é obrigatório, né gente? Mas é bom ter uma base para se guiar.

. Um jeans escuro bacana – para sair à noite

. Um jeans desbotado

. Um jeans preto e um branco – não pode faltar, ainda mais depois de Isabel Marant ter relançado os skinnies brancos!

. Uma calça reta preta de alfaiataria – para entrevistas de emprego é imbatível

. Uma pantalona preta – para dias de preguiça

. Duas calças estampadas – super em alta

. Uma camisa branca – se for de seda então, perfeito!

. Um blazer preto bom

. Uma jaqueta de couro – a biker nunca sai da moda!

. Um sapato extravagante – para aqueles dias em que você não quer pensar na roupa.

. Uma bolsa sensacional – não, não precisa ser it bag, mas tem que ser de boa qualidade!

. Uma sandália rasteira bem marcante – com pedrarias, fica lindo!

. Um relógio de aço dourado – lembra aquele da Swatch?

. Um relógio masculino – vale pegar do papai!

. Regatas brancas e pretas

. All Star

. Botas de cano alto

. Escarpins

. Acessórios, muitos acessórios!