Arquivo mensal: agosto 2011

Museum of Broken Relationships

Padrão

É, minha gente… A Croácia não produz só lindezas como o Goran Visnjic (lembra de ER?).

O país ainda tem alguns lugares, digamos assim, peculiares. É o caso do Museum of Broken Relationships (algo como Museu do fim do namoro, numa tradução bem tosca), que abriga aquelas lembrancinhas dolorosas de fim de namoro.

Ou seja, é um ótimo lugar pra você mandar aquele ursinho tosco que seu ex ganhou na máquina e fez questão de te dar, aquela foto que um dia foi especial ou aquele presente de aniversário que até agora você não entendeu o propósito. Ao invés de tacar fogo, senta, escreve a história do casal, paga um frete GIGA e manda pra Croácia. Que tal?

Só não vale mandar assaltar o armário do atual namorado e zunir aquela caixinha que tem as coisas da ex. Por mais que às vezes dê vontade.

A notinha é daqui!

Anúncios

Top Fashion Bazar

Padrão

O Top Fashion (Bazar só com marca TOP aqui no Rio!) começou já tem um tempo, mas a gente ainda tem 11 dias para aproveitar aquela mega liquidação. Mas, ninguém precisa quebrar o cofrinho ou entrar no vermelho para dar uma incrementada no guarda-roupa. Para evitar aquele arrependimento pós-compras, é só dar uma olhada nas nossas dicas:
1. Limpe o closet
Dica básica e essencial. Às vezes a gente entulha tanto o armário que nem sabe direito o que tem dentro. Então, antes de colocar mais coisa dentro dele, faça aquela faxina. Separe o que pode ser doado, o que pode ser vendido, o que precisa de ajustes, e também aquela pilha de dúvidas.
Sabe, aquela roupa que você gosta muito, que tem um carinho especial mas, por um motivo ou por outro, acaba não usando muito. Essas vão para uma caixa dentro do guarda-roupa. Se daqui a três meses você não sentir falta delas, doe sem dó.

2. Dê uma voltinha na internet
Blogs de street style servem pra gente se inspirar, se vestir com mais criatividade, e também pra ajudar a dar uma cara nova às coisas que a gente já tem no armário. Os sites de moda dão uma boa ideia das tendências que ainda vão durar algumas estações. Mas não se prenda totalmente a elas. Talvez uma calça skinny em você caia melhor do que a super-em-alta flare.
Pesquisar antes de comprar é importante e a internet é ótima pra isso.

3. Faça uma wishlist
Pesquisou bastante? Então é hora de fazer uma listinha das peças-desejo, o que você acha que não pode deixar de ter. Preste atenção também nas estações “trocadas”. Uma jaqueta de couro é um clássico (o modelo biker não sai de moda) e fica bem mais barata agora que o inverno tá no fim!

4. Separe um budget (e se mantenha nele!)
Essa parte talvez seja a mais difícil, mas também é a mais importante. Sem parar pra pensar no quanto de dinheiro você pode gastar, acontece a cilada clássica das liquidações: sair comprando coisas que você não precisa e nem tem certeza de que gosta, só porque está barato. Gaste só com aquilo que você gostou de verdade!

Boas compras!

Mad Men e Banana Republic!

Padrão

Meu coraçãozinho bateu mais forte quando vi nas páginas da Instyle de setembro (aliás, em breve vai ter post sobre a revista!) essa foto:

Mais uma parceria sucesso na moda: Banana Republic meets Mad Men e faz uma coleção de 65 peças baseada no figurino da série.

Feita em parceria com a figurinista ganhadora do Emmy, Janie Bryant, a coleção tem roupas masculinas, femininas e acessórios, com uma releitura um pouco mais moderninha dos looks sessentistas.

Pra ninguém sair por aí com cara de máquina do tempo!

Feliz por Nada

Padrão

Não se enganem. Nem só de moda e maquiagem vive esse blog, muito pelo contrário. Entre uma edição da Vogue e outra minha meta é ler uns dois livros e até agora eu tenho ido bem. =)


Tive até certa dificuldade de tirar a bunda da cadeira e vir escrever esse post, de tão bom que Feliz por Nada, da Martha Medeiros é.
O livro é uma seleção de crônicas da colunista, dessas que você pode ler na revista do Globo, aos domingos, escritas de 2008 a maio de 2011. Apesar de acompanhar os textos no jornal, tenho que dizer que ler um livro da Martha é completamente diferente.
As crônicas são curtas, fáceis, sem linguagem rebuscada, sem muita metáfora, mas nem por isso dá pra ler como se fosse gibi. É que a cada frase inspirada (e as crônicas tem muitas!) a gente para um pouquinho e fica divagando sobre a própria vida.
Assim como no jornal, no livro os assuntos são diversos. Desde uma propaganda de carro (a autora começou a carreira na publicidade) até um best-seller: tudo funciona como ponto de partida para uma reflexão. Gente que não gosta de ler, não se assuste. Refletir é algo bom. Engrandece, amadurece, e só exige algumas horas por dia.

Feliz por Nada é um livro para ler com o marca-texto na mão (ó, heresia!) ou um caderninho do lado.

Comprinhas de agosto

Padrão

Uma bomba pra gente consumista é quando o DESEJO encontra a OPORTUNIDADE. Nesse momento nem importa muito se os dois encontram DINHEIRO na conta, mas isso é assunto para outro post.

Fato é que um dia minha madrinha, tão fanática por maquiagem quanto eu, me liga avisando que um amigo dele estava com viagem marcada para Miami e, mediante a uma pequena taxa que ninguém é bobo nem nada, super disposto a trazer produtinhos para as amigas.

Ótimo momento para sacar a wishlist da bolsa. Entre pesquisar preço na internet, aqui no Brasil, ver as taxas e tudo, foi isso aí que eu escolhi:

– Blush Orgasm, da Nars: o blush clássico de todas as aficionadas por maquiagem. Os dados não são oficiais, mas pelas minhas observações, só perde para o Terracota, da Guerlain. Minha madrinha recebeu as encomendas antes de mim e logo comentou que era “muito chique”. Demorei até pra entender de onde vinha isso tudo, mas quando peguei a embalagem a ficha caiu. Meio pesadinha, ela é toda emborrachada, sem aquela carinha de plástico.Pode ser besteira pensar na embalagem, mas design existe pra deixar o mundo mais bonito e não deixar o blush se esfarelar dentro da bolsa e manchar tudo. Fútil, mas útil. ;)A cor é um rosa queimado com brilhinhos discretos beeeem bonito. Favor usar com um pincel decente. Ele merece.

– Batom Pink Noveau, da MAC: u não era muito fã de batom até minha primeira viagem a Buenos Aires, quando fiz a festa na MAC e viciei. O Pink Noveau eu conheci no banheiro da Casa da Matriz, uma boate meio alternativa aqui do Rio. Paixão à primeira vista, porque o rosa não é lá muito discreto, então “acende” um look sem precisar usar um troço flúor na boca.

O Pink Noveau é o da esquerda. O da direita é o Captive. Eu falo mais dele aqui embaixo.

– Touché Eclat, da Yves Saint Laurent: aquela mistura mágica de corretivo e iluminador numa embalagem dourada luxo. Várias marcas imitaram a ideia (MAC, Boticário) e acho até válido. Mas para experimentar, preferi a original.
O produto agora está disponível em quatro cores. Até pouco tempo atrás era só a 1 e a 2 que, de tão clarinhas, nem ficavam muito bem em mim. Pedi a 3 e, pelo teste rápido que eu fiz, super funcionou.

Bom, teria parado por aí se eu não trabalhasse ao lado de uma MAC. Aí de tanto passar lá, eu entrei. E de tanto entrar eu saí com um batom. O Captive, que é esse mais vermelhinho que vocês veêm na foto junto com o Pink Noveau.

Vou procurar o preço bonitinho de cada um para postar aqui, mas o total (com o batom da MAC comprado aqui), foi de R$ 287, com taxas. Pela qualidade dos produtos, até bem tranquilo, não? 😉

 

Pele de Rycah

Padrão

Um pouco antes de fazer 25 anos, decidi que ia começar a cuidar da pele direito. Até então, os meus cuidados com a pele se resumiam a um sabonete e a uma loção da Clean & Clear, mas eu sabia que isso não podia durar muito tempo porque, né? 25 anos é a idade onde a gente tem que começar a usar creminhos, hidratar, não esquecer do filtro solar, bla, blá, blá.

Corri pro dermatologista e ele me receitou três produtos que eu estava louca pra comprar, maaaaas… Quando eu cheguei em casa e fui dar uma pesquisada básica na internet, vi o preço que realmente custa uma pele de global. E custa caro!

Enrolei mais uns dois meses, até que mês passado resolvi deixar de ser pão-dura, investir na pele e economizar o botox no futuro. Nada contra a toxina em si, só à agulha que usam para aplicá-la. Vendo por esse ângulo, os quase R$300 que eu gastei valeram a pena, não?

– Cleanance Gel, da Avène – R$ 63

Logo que vi o preço pensei “má num pago R$63 num gel de limpeza nem ferrando!”. Paguei, lógico. E não me arrependi. É porque ele rende bem. Uma gota e você faz bastante espuma. Ótimo, já que você tem que usar de manhã e à noite. Indicado para peles oleosas, com tendência acneica (a minha!), diz que ele ainda tem água termal na fórmula. Que diferença isso faz, confesso que não sei. Uma das utilidades dele é nos obrigar a usar hidratante. Porque resseca que é uma beleza. Mas pelo menos não deixa aquele aspecto de pele de verão em pleno inverno, não?

Atrativo 2: tampa inteligente. Basta girar pra direita e abrir, girar pra esquerda e fechar de verdade. Bom pra quem leva na necessáire, como eu.

– Melora C 15 – R$ 152

Sempre me perguntei porque o cheiro de laranja quando passava isso, só depois me toquei (dãããã) que na verdade, a espuma é uma vitamina C com fator de proteção solar. Ou seja, hidrata e ainda previne contra as rugas.

A textura é bem boa e ainda não sei o quanto ela rende, mas to sentindo que gasto mais produto do que devia.

Hidrata sem deixar melecado, o que é ótimo, porque tem que usar de manhã.

– Lysalpha Cicapeel, da SVR – R$ 74

Esse deveria ser meu preferido, só pela promessa: tirar manchinhas do rosto em 10 dias. É um peeling levinho, mas deve funcionar muito bem. A sensação não é ruim, o cheiro também não, mas confesso que ainda não notei muita diferença. Explicação: sempre esqueço de usar.

Para usar à noite, 3 vezes por semana.

Agora, vamos à algumas observações: eu fui ao médico antes de escolher estes produtos. Como não são lá muito baratinhos, é bom ter uma avaliação de um profissional antes de investir. Fora isso, é essencial que ele diga COMO usar cada uma dessas coisas.

Os preços que eu coloquei aqui são da Época, que entrega em todo Brasil. Pela pesquisa que eu fiz, tem pouca variação de valor, mas é sempre bom dar uma olhada!

Balanço final: não senti minha pele LINDA, MARAVILHOSA, essas coisas não… Pela relação custo x benefício, eu ficaria com a linha de produtos do Boticário, que tem um efeito bem legal e é mais fácil de encontrar. Mas, cada um que experimente na própria pele e diga, né?

Se você já experimentou, comenta aqui!

Summer and the city

Padrão

Vi na livraria da Travessa e já foi direto pra Wishlist!

Segunda parte do Diário de Carrie Bradshaw!

Ainda não tem previsão da chegada da tradução ao Brasil, mas pode ser uma ótima oportunidade pra treinar seu inglês!

Há rumores de que pode virar um filme estrelado por Elizabeth Olsen (Carrie), Blake Lively (Samantha), Seleza Gomez (Charlotte) e Emma Roberts (Miranda). Mas já disseram, negaram, disseram de novo, negaram de novo, que eu já fiquei confusa…

Mas vai dizer que não seria um bom casting???

Pra comprar, clica aqui!