Arquivo da tag: Chanel

O Apartamento de Chanel

Padrão

Todo mundo tem curiosidade de saber como é a casa de pessoas que admira, não é verdade? No caso de Coco Chanel a curiosidade é ainda maior, já que o apartamento da Rue Cambon – preservado exatamente como a dona o deixou –  é fechado a visitação pública.
A casa guarda grande parte da personalidade da estilista, e seus detalhes inspiraram muitas de suas criações.
Nem todo mundo tem a honra de entrar ali, mas o site The Coverteur foi lá, tirou várias fotos e mostra pra gente um pouco mais da vida de Chanel.

Alguns detalhes bacanas:

– A icônica escada onde Chanel sentava para assistir os desfiles. Os espelhos permitiam que ela tivesse uma visão completa do ambiente sem ser vista. isto era especialmente importante para observar as reações dos jornalistas e compradores às peças que mostrava em cada coleção.

– Livros em tom de vermelho inspiraram a criação do batom da mesma cor, uma das maiores marcas registradas de Chanel.

– A sala de estar com seus livros,espelhos, lustres de cristal e o mais importante, o sofá desenhado por ela mesma, revestido de camurça. Nesta sala, ela recebia jornalistas e vários amigos ilustres, como Salvador Dalí e Pablo Picassso.

– Laqueadas em preto, as prateleiras lembram as embalagens das makes, também laqueadas com o logo da marca.

– A gaiola que inspirou a campanha do perfume “Coco”, com Vanessa Paradis.

– As caixas douradas são revestidas de ouro em seu interior. Chanel acreditava que o luxo não precisa ser ostentado.

– A poltrona onde a estilista foi fotografada diversas vezes. Atrás, o espelho que inspirou a embalagem do famoso Chanel nº5.

– A camélia, tão importante para a marca. está presente também no revestimento da parede do apartamento.

Fotos: The Coveteur

Anúncios

Esmalte da semana: Bonequinha Charmosa

Padrão

Desde que eu vi o Mimosa, da Chanel (aliás, que nome é esse, tio Karl???), andava com vontade de pintar as unhas de amarelo. Mas não o tom que andou em alta há alguns verões atrás, e sim de um tom mais claro, que eu chamo carinhosamente de amarelo-pintinho.


Sem querer desembolsar R$ 92 num vidro de esmalte de uma cor não muito usável, fui à caça de opções mais baratinhas.Até que fui salva pela nova coleção Penélope Charmosa, da Risqué.

Se antes ela era só composta por tons de rosa – e vamos combinar, sem graça pacas! – agora ela ganhou mais cinco novas cores: Apuros em Miami (laranja, tipo Twiggy com brilho), Relax da Penélope (azul), Toque de Penélope (rosa beeeem claro), Armadilha tropical (verde) e o meu escolhido Bonequinha Charmosa!


É preciso aplicar umas três camadas do esmalte, já que ele é um pouco ralinho. A vantagem é que não mancha e seca bem rápido.
Pra falar a verdade, não gostei muito da cor na minha pele, que já é naturalmente amarelada. Acho que ficaria melhor em morenas sem cor de escritórios ou em negras mesmo. O que vocês acham?

XV Bienal do livro

Padrão

Eu não sei o que os organizadores de evento tem na cabeça pra juntar a XV Bienal do Livro E o Top Fashion Bazar no mesmo mês no Rio, mas eu tenho certeza de que ninguém pensou na minha conta bancária.

Fato é que a Bienal começa hoje, vai até o dia 11 de setembro e é um programão imperdível pra quem gosta de ler. Quem não gosta, faz favor de ir e aprender a gostar porque você não sabe o que tá perdendo.

É longinho, lá no Riocentro, mas ó, eu vou desde criança e juro que vale super a pena. Além de bater perna por aqueles pavilhões enoooooormes (vá de tênis!) atrás dos livros, você ainda pode conhecer os autores que estarão por lá conversando com os leitores.

Esse ano temos a Anne Rice (autora de Entrevista com o Vampiro, que virou filme com o Tom Cruise e o Brad Pitt, lembra?), Hillary Duff (que além de cantar, dançar, e interpretar ainda escreve!), nossas figurinhas carimbadas brazucas Luis Fernando Veríssimo, Martha Medeiros, Ruy Castro, Zuenir Ventura e muitos outros!

Ando um pouco por fora dos lançamentos das editoras, mas bato meu ponto toda semana em várias livrarias perto do trabalho e aos poucos vou montar minha (ENORME!) listinha. Se você precisa de indicações para não se perder no evento, essas sugestões podem ser bacanas!

Se você gosta de moda:

Estes são essenciais na sua prateleira! As 100 + e O Livro Negro de Estilo. Ambos foram escritos pela Nina Garcia (segue a moça no twitter que é bacana!), editora de moda da Marie Claire americana e jurada do Project Runway. Ou seja, ela sabe do que tá falando. O primeiro ela fala sobre as peças essenciais que a mulher deve ter para ter um guarda-roupa incrível, e no segundo, dá dicas para construir seu estilo próprio e fazer dele sua marca registrada. Parece simples, mas nem sempre é.


Se você é fã de chick-lit:

Marian Keyes e Sophia Kinsellla que me desculpem, mas pra mim ninguém é melhor que a Lauren Weisberg. Sim, a autora de O Diabo Veste Prada e Todo mundo que vale a pena conhecer.

Se você já leu os dois e se apaixonou, se jogue no À Caça de Harry Winston e no mais recente, Last Night at Chateau Marmont, sobre o  hotel famoso por suas lendas envolvendo estrelas de Hollywood e do rock’n’roll. Se as histórias citadas são verdadeiras eu não sei, mas ta valendo a leitura mesmo assim. Diz a autora que, mesmo sem dar nomes, os personagens são facilmente identificáveis. (Anna Wintour feelings?)

Se você gosta dos clássicos:

Bati o olho em Aprendi com Jane Austen e imediatamente tive vontade de comprar. Mas, como eu mesma não tinha aprendido nada com ela, resolvi mergulhar nos seus romances primeiro (atenção, gente: só o filme não vale, né?). Corri e comprei a edição de bolsa da L&PM de Orgulho e Preconceito e, até agora, to amando! Aproveita, se empolga, e leia logo os dois.

Se você gosta de thrillers:

Li sobre O Quarto (da Emma Donoghue) no blog do Zeca Camargo e já amei a ideia. É a história de uam criança que foi criada presa em um quarto, como tantas histórias que a gente vê por aí. O Quarto do título é seu mundo inteiro, seu vocabulário limitado mas, sua inteligência não. Como um menino de cinco anos vê o minúsculo mundo que o cerca?

Mais um sobre crianças: Minha irmã, meu amor, da Joyce Carol Oates. Baseado em fatos reais, o livro narrado em primeira pessoa conta a história de Skyler, que teve a irmã brutalmente assassinada aos 6 anos. Nem sempre é fácil ser o sobrevivente de um crime que abalou os Estados Unidos na década de 1990.

Se você gosta de biografias:

Nem a Maison Chanel sabe direito o que é verdade e o que não é na vida de mademoiselle Gabrielle, mas essa nova biografia parece ter certeza. Segundo o livro “Sleeping with the Enemy: Coco Chanel’s Secret War“, a estilista trabalhou para os nazistas durante a Segunda Guerra. Será?

Se você prefere ficar longe das polêmicas, vá de Yves Saint Laurent- A arte da elegância.

Mas lembre-se: Bienal é como uma viagem. Você pode planejar o quanto quiser, mas não tem nada mais divertido do que entrar num estande aleatório e escolher um livro pela capa. Você pode se surpreender!

Baile do Met – Parte III

Padrão

E vamos à última parte da nossa série de posts sobre o Met Ball 2011!

Cores

Eu não gosto de vermelho no red carpet por motivos óbvios e outros nem tanto. Acho meio esquizofrênico você querer aparecer e meio que se camuflar no tapete.

Ao que parece, essas meninas não concordam comigo e arrasaram no vermelho Valentino e suas variações.

Gisele Bündchen veste McQueen

Lea Michelle de Escada

Mary Kate Olsen veste Givenchy Haute Couture

Ih, olha o vestido da Pippa Alexander McQueen atrás da Dianna Agron! Super in.

Dianna Agron veste Michael KorsIsabel Lucas veste Louis VuittonKristen veste Proenza Shouler

Outra cor pra quem gosta de “chegar chegando” é o pink! E põe pink nisso.

Brooklyn Decker de Michael Kors

Por favor, o que se passa na cabeça da J.Lo. Depois de Kaoma, ela me surge com isso… Não, Jenny… Go back to your block…

Jennifer Lopez de Gucci

Ginnifer Goodwin escorregou na cor e no (re)corte do vestido, mas presta atenção na joia!

Ginnifer Goodwin

Madonna, sua linda! Suspeitíssima pra falar porque… bem, azul é minha cor preferida e Madonna minha cantora preferida.

Madonna veste Stella McCartney

Eva Mendes escolheu um tom mais forte, mas não curti a combinação cinto/plissado. Casual demais, não?

Eva Mendes também de Stella McCartney

AMEI o amarelo de Zoa Saldana, o cabelo e a joia. Simples e chique.

Zoe Saldana de Calvin Klein

Os tons escuros também andam em alta. Apesar da minha implicância com a cor marrom, sei que isso é pessoal e que tem muita gente que acha chique.

Alicia Keys de Givenchy

Se for pra escolher, fico com o vinho da Rachel Evan Woods.

Evan Rachel Woods veste Gucci

A Christina Hendricks deu uma leve “achatada” com a cauda, mas continua sendo musa porque é ruiva e super acertou no tom.

Christina Hendricks de Carolina Herrera

Por falar em musa ruiva, mais uma foto da Blake Lively e seu mais novo (?) amigo Karl Lagerfeld. Tenho muita implicância com o ruivo papel crepon, até porque A-MA-VA o tom loiro da guria, mas vamos aguardando as cenas dos próximos… Vai que é uma loucura passageira, né?

Blake Lively e Karl Lagerfeld

Dizem que a Anna Wintour decepcionou o povo porque não foi de Alexander McQueen. Eu achei o Chanel perfeito. Povo gosta de implicar.

Anna Wintour

Agora, quem estava linda mesmo: Jennifer Hudson de Vera Wang! Tá rolando uma vibe casório, né? Todo mundo disfarçando a vontade de ser noiva com outras cores! =P

Jennifer Hudson

É isso, galera. Depois de um luxo total nos últimos dias, o próximo post vai ser algo mais pé no chão. 😉

Baile do Met – Parte I

Padrão

E ontem teve baile do Met, para enlouquecer todos os personal stilyst das estrelas de Hollywood.

Como todo red carpet, teve um pouco de tudo.

PRETOS

Começando pelos pretinhos básicos (?) e pela gongação porque, né? Tá puxado!

Não me pergunte como ela respira, se é que respira. Mas Beyoncé entalada nesse Pucci não ornou…

Beyoncé de Pucci

 

A Rihanna já perdeu a mão faz tempo. Não é novidade para ninguém.  Mas acho que ela se superou com a o vestido semi-transparente, de cauda, essa sandália pesadona… E a trancinha… bom, melhor nem comentar a trancinha!

Rihanna de Stella McCartney

A Chloe Sevigny é uma que eu sempre espero com ansiedade, maaas, não dessa vez. Ela foi de Alexander McQueen, mas acho que ainda não era bem isso… Troféu quase lá!

Chloe Sevigny, de Alexander McQueen

Se em Gossip Girl a Blair quer ser a Serena, na vida real a Leighton Meester é uma Blake Lively wannabe. Só falta descobrir o que fica bem pra ela. Esse comprimento abaixo do joelho é que não é… #ficaadica

Leighton Meester de Louis Vuitton

Pra não dizer que a gente só gonga, Penélope Cruz ganha o prêmio de pretinho da noite. Impecável com o longo Oscar de La Renta.

Penélope Cruz de Oscar de la Renta

BRANCOS

Serena Williams achou que seria convidada para o casamento do príncipe, não foi, e acabou entrando numa onda meio noiva inglesa com fascinators. Ok, é Oscar de La Renta, mas não é tudo que dá pra usar.

Serena Williams de Oscar de La Renta

Freida Pinto vai ser eternamente minha musa Jai Ho e por isso eu digo que ela QUASE acertou com o Chanel. Só podia tirar a gravatinha, né?

Freida Pinto de Chanel

A Emma Roberts é minha nova queridinha, e eu tenho a forte tendência a achar que tudo o que ela veste é lindo. Mas o meu branquinho preferido ainda é o da Nicole Richie! #anos20feelings

Emma Roberts de Michael Kors

Nicole Richie

NUDE

Sorry, mas não achei nenhum nude para zoar. Achei todos lindos, com destaque para a Kate Hudson gravidíssima e linda. Só podia ter escolhido melhor a calcinha.

Ashley Greene de Donna Karan

 

Gwyneth Paltrow de Stella McCartney

 

Fergie de MarchesaTaylor Swift de J. MendelSalma Hayek de Alexander McQueenBlake Lively e Karl Lagerfeld, de ChanelDiane Kruger de Jason Wu