Dia do Rock

Padrão

Sei que to atrasada, que o Dia do Rock foi ontem, mas só é amanhã depois que eu durmo então, ainda tá valendo.

O  dia também merecia um postão, mas não deu, fica para próxima, ano que vem tem mais!

Lá nos idos de 1999 eu já tinha um ouvido musical mais chegado ao rock. Graças a papai e mamãe que me acordavam sábado de manhã ao som de Queen e Pink Floyd. Ocorre que, no início da adolescência, eu estava mais interessada a descobrir as coisas por mim mesma e  a chocar os outros.

Quer coisa melhor pra chocar os outros que virar fã da viúva negra Courtney Love? Ok, nem era assim O escândalo, porque Hole, a banda dela, era figurinha carimbada no Disk MTV – bons tempos aqueles que não tinha só Fresno e Restart, não? – mas já dava pra irritar os fãs de Nirvana que juram que ela matou o Kurt Cobain.

Eu sei, eu sei, vocês devem, estar pensando que eu sou louca, que além de tresloucada, a mulher ainda é desafinada, mas na época eu estava mais preocupada com a atitude rock’n’roll do que com qualquer mero detalhe como afinação, ritmo, etc.

E juro, com os tratamentos de estúdio, Celebrity Skin (o álbum do Hole) fica quase bom. Quase.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s